Site Autáquico - Câmara Municipal de Monchique

Monchique prepara-se para mais uma Feira dos Enchidos, que decorre nos dias 3 e 4 de março

Eventos

03 de março de 2018

Monchique prepara-se para mais uma Feira dos Enchidos, que decorre nos dias 3 e 4 de março

 

Este ano e, com o desígnio de melhorar tanto a qualidade do certame, como todo o espaço envolvente, a Câmara Municipal de Monchique trabalhou no sentido de proporcionar ao visitante um programa variado, bem como um recinto mais atrativo e mais dinâmico e, é nesta perspectiva que a autarquia destaca o enchido, o porco e o processo de produção e fabricação nesta 25ª edição, elevando assim, a essência da terra e do produto em questão.

Monchique é terra de muitas tradições. Quem visita o concelho, quer voltar e por isso a proposta para esta edição da Feira dos Enchidos é precisamente homenagear a tradição, os usos e os costumes.

Em busca da tradição e, através de unidades especialmente concebidas para este certame, os visitantes terão a oportunidade de apreciar os mais típicos sabores da gastronomia local.

A presença de várias Unidades de Produção de Enchidos e de Cozinhas Tradicionais, conferem ao evento a genuinidade de sabores e saberes.

Para além da gastronomia, o artesanato tem também uma forte presença, havendo ainda stands dedicados à doçaria, medronho, pão e outros produtos, gerando assim um evento que agrega outras atividades económicas.

O património das pequenas coisas

Os enchidos são tradição. Mas também são inovação. Neste sentido o visitante terá à disposição o “Espaço Tradições”, uma área destinada ao lado mais popular e tradicional de todo o processo de confeção dos enchidos. Nesta zona irá estar patente uma exposição de fotografia sobre o processo tradicional de produção de enchidos. Vão existir “Encontros que a memória guarda” - Conversas com a Academia Sénior de Monchique.
Que melhor forma de conhecer e compreender a essência de um povo do que a partilha de saberes? Estes encontros vão proporcionar precisamente essa partilha de conhecimentos, tendo como base a temática da tradição ligada aos enchidos.
Esta área contará, ainda, com uma zona participativa onde será possível identificar os vários tipos de enchidos, suas especificidades e sugestão de consumo.

Haverá, também, o “Espaço Inovação”. Nesta zona, destinada ao lado mais moderno e inovador, propõem-se apresentações sobre ideias de negócio.
 “Como inovar? Enchidos com polpa de cereja” pela Salsicharia da Covilhã e  “Enchidos e costura criativa? - Como interligar produtos?” pela Lili Aidinha sãos os temas que irão ser abordados e alvo de intervenções, exposições e demonstrações pelas respetivas marcas. Nesta zona haverá ainda lugar para degustações pelos expositores, num espaço gourmet criado para o efeito.

O público infantil terá uma zona privilegiada nesta 25ª edição. O “Espaço Bolota”, especialmente criado a pensar nos mais pequenos, proporcionará atelieres sobre o porco explorando a relação deste animal com a natureza, os seus hábitos alimentares, as características do seu habitat, a sua organização social e o imaginário humano com ele relacionado.
Estas oficinas, de carácter expressivo e criativo, permitirão que a criança integre estes conhecimentos de uma forma lúdica trabalhando criativamente.
As propostas serão, assim:

-“Porquinho, porquinho, deixa-me entrar!" - Oficina de construção de livros instantâneos.
Usando técnicas de encadernação que não necessitam do uso de cola ou de cozimento, vão-se construir novas histórias, onde o protagonista é o porco. Inspirados nas histórias conhecidas de todos vão-se baralhar e construir novos contos.

- "porco rosa, porco espinho, porco preto, javali" - Oficina de modelagem em barro
Nesta oficina propõe-se conhecer melhor as diversas espécies de porcos, aprender acerca das suas características e habitat. Fazendo uso do barro e de pequenos objetos vai-se modelar e descobrir a sua forma.

- "Segredos da floresta" Oficina de feltragem em lã
Partindo das técnicas de feltragem em lã as crianças serão convidadas a criar frutos, sementes e bagas construindo, ao longo dos dois dias de atividade, o habitat perfeito para acolher os animais.

- Tear da natureza
Ao longo dos dois dias de atividades irá sendo construído por todos, um tear com elementos da natureza de grandes dimensões.

Para além destas zonas específicas, o certame conta com a “Praça Sabores, a área de restauração que reúne diversas propostas gastronómicas.

O visitante poderá, ainda, assistir e participar no “Laboratório de Cozinha – Partilha de Saberes e Sabores” dinamizados pela Associação de Cozinheiros e Pasteleiros do Algarve, tendo como principal foco de criação e confeção, os enchidos de Monchique.

Irão existir, também, outras propostas de convívio e entretenimento para toda a família, com animação pelo Grupo Atar e Pôr ao Fumeiro e uma área Municipal onde decorrerão atividades diversas.

Em termos de animação musical, a edição deste ano oferece um cartaz variado:

 - Fado com a Cláudia Leal
Cláudia Leal é dona de uma voz e de uma presença que encanta. Marca a diferença no panorama do fado por ser a única mulher que toca e canta o fado.

- Apresentação do CD  “Simplesmente” de Adriana Marques
Concerto e sessão de autógrafos
Adriana Marques é natural de Monchique e, desde muito cedo mostrou paixão  pelos palcos.
Marca presença na Feira dos Enchidos com a apresentação do seu mais recente trabalho produzido por Custodio Castelo, com o acompanhamento de Carlos Leitão na viola de fado, Carlos Menezes no contrabaixo e Custodio Castelo na guitarra portuguesa. Este novo trabalho conta ainda com as participações especiais da Confraria  de Medronho de Monchique, Vitor do Carmo e José Santana na guitarra portuguesa e viola de fado respectivamente, assim como de Carla Travessa na trompa.

- Stand Up Comedy com Miguel Costa
Miguel Costa chegou à televisão em 2001 na série juvenil “Uma aventura” e a partir daí traçou o seu caminho na representação. Ator experiente em todas as frentes – teatro, televisão e cinema – pauta o seu trabalho pela versatilidade e capacidade de gerir tanto uma personagem cómica, como dramática.

- Rouxinol Faduncho
Rouxinol Faduncho é uma personagem, criado pelo ator e humorista Marco Horácio, que nasce de um trabalho de análise e observação, a algumas figuras características da nossa sociedade, ligadas ao mundo do fado bairrista. Esta observação resulta na criação do Rouxinol Faduncho, um personagem com vida própria, com personalidade com «tiques», gestos, gosto e uma abordagem social completamente distinta e reconhecida como tendo todos os requisitos de um Homem Real.

Para além de todas as áreas especificas e de toda a programação, irá decorrer, durante o certame o Prémio Lima Duque, atribuído a um produtor de enchidos, com o intuito de perpetuar a lembrança do Dr. Luís Fernando Maia de Lima Duque, médico veterinário e pessoa desde sempre ligada a esta feira.

Um dos pontos fortes desta edição será a realização do programa “Somos Portugal” da TVI, no dia 4, das 12h30 às 13h00 e das 14h00 às 20h00. Este programa, líder em audiências, promove as maiores festas populares e irá conferir ainda mais música e animação à Feira dos Enchidos.

O certame contará ainda, com intervenções comemorativas dos 25 Anos da Feira dos Enchidos.
Organizado pelo Município de Monchique, decorre das 10h00 às 23h00, no dia 3, e das 10h00 às 21h00 no dia 4, no Heliporto Municipal e tem entrada livre.

Documentos para Download

CONTACTOS